quinta-feira, 20 de setembro de 2012

VII Festival de Bandas

                                          Terreiro, Vila Nova de Cerveira
 
O Centro Histórico de Vila Nova de Cerveira vai ser palco, no próximo domingo, dia 23 de setembro, do VII Festival de Bandas, um evento organizado pela Associação Cervaria, que conta com o apoio da Câmara Municipal.
 
 
As bandas filarmónicas fazem parte da história do nosso país e uma das teorias atribui a sua criação às bandas militares. Desde que os seres humanos começaram as lutas, que a música foi aliada, como meio de incentivar a força, a coragem e, como forma de lazer, lúdica, nos intervalos entre as guerras.
Outra das realidades é que, inspiradas nos ideais liberais e da fraternidade, as Filarmónicas nasceram para democratizar a instrução e elevar o nível cultural das pessoas, contribuindo, assim, para concretizar algumas das concepções de João Amos Coménio, o patrono da UNESCO.
Em Portugal, as bandas filarmónicas são, em muitos locais e regiões, as Escolas de Música e a cultura musical de muitos jovens está directamente relaccionada com esta realidade, tanto como alunos como espectadores, pelo que os festivais e encontros de bandas são sempre aguardados com grande espectativa, pois fazem parte da nossa identidade.
 

Assim, no próximo Domingo aguarda-se, como é habitual, uma grande festa das bandas filarmónicas portuguesas, que começará pelas 11h00, com um desfile. O concerto terá início pelas 15h00, no Terreiro. Subirão ao palco a Banda Velha de Barroselas, Banda Amigos da Branca, Banda de Carregosa, Banda de Amares e Banda da Trofa.
 
No encerramento, previsto para as 19h00, as cinco bandas interpretarão em conjunto “Ponte da Amizade”, da autoria de Valdemar Sequeira. É  muito emocionante, quando as várias bandas se juntam e tocam em conjunto, é um momento grandioso e inspirador.
 
 
 
 Aqui fica um exemplo desses momentos, quando 14 bandas tocam em conjunto o Hino Nacional:

 

Sem comentários:

Publicar um comentário